Estatuto da Diversidade Sexual


Você já faz parte deste ato de cidadania?

Assine a petição pública do Estatuto da Diversidade Sexual: http://bit.ly/IYDpuG

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Coordenadoria prepara cronograma de ações pelo Estatuto da Diversidade Sexual


Um cronograma de ações locais de sensibilização e orientação sobre diversidade social está sendo preparado pela Coordenadoria Municipal de Políticas da Diversidade, como parte da mobilização nacional pelo Estatuto da Diversidade Sexual. Essa proposta de lei foi explicada nesta semana pela advogada Maria Berenice Dias, presidenta da Comissão Especial da Diversidade Sexual do Conselho Federal da OAB, aos participantes do I Encontro Estadual de Gestores e Gestoras de Politicas Públicas para LGBTS. O evento foi realizado no Salão de Eventos da FDRH e contou com a participação da equipe da coordenadoria de Canoas e de outros municípios do Estado.

De acordo com o titular desta coordenadoria, Luiz Antônio Inda, esse trabalho se insere em conjunto de ações, que envolvem visitações a escolas, eventos descentralizados e mobilizações mais concentradas, como a Parada Livre de Canoas, que se encaminha para a 4.ª edição. "Já realizamos um mapeamento de escolas que serão visitadas, com foco na questão da homofobia e do bullying. Estaremos também colhendo assinaturas na cidade para apresentação do projeto do estatuto", explica.

Rede de proteção

O I Encontro Estadual de Gestores e Gestoras de Politicas Públicas para LGBTS (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Simpatizantes) foi realizado pela secretaria estadual de Justiça e Direitos Humanos, dentro do programa Rio Grande SEM Homofobia. De acordo com o coordenador Inda, a iniciativa foi mais um passo na construção de uma Rede Estadual de Proteção dos Direitos LGBTs, em virtude da quantidade de casos de violência contra homossexuais no Estado. "Durante o encontro, foram relatadas as experiências de Canoas com esse segmento, a partir de iniciativas locais e regionais, como o 1.º Fórum Estadual de Combate a Homofobia, realizado na cidade no ano passado", relata.

Na ocasião, também foi apresentado como alternativa importante de combate à violência, o Disque 100, que já está sendo utilizado pelo Governo do Estado. O evento também contou com a presença do coordenador geral do Fórum Nacional de Gestores LGBT (FONGES), Leonardo Bastos. Durante esse encontro, a coordenadoria de Canoas também formalizou a sua inscrição de participação no FONGES. Esse fórum está mobilizado para reunir Hum milhão e 400 mil assinaturas, visando a apresentação e aprovação do Estatuto da Diversidade Sexual. 


Fonte: http://www.canoas.rs.gov.br/site/noticia/visualizar/id/5471